Home Craques do Gremio

Artigos

Grêmio Manhumiriense

Até hoje circula de boca em boca as histórias dos tempos áureos do Grêmio de Manhumirim. O time fez história em todo o estado e era o mais conceituado da região.

Com memoráveis partidas jogando contra os times da região e até com os do Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O estádio lotava e já fazia parte da rotina cultural do povo ir para o campo todo domingo torcer pelo vermelho e preto.

Read more ...

Conselheiros beneméritos

  • Pedro Montalvão de Monte Santo
  • Umberto Maroni
  • Waldir Orlando Ribeiro o Waldir piorrinha
  • Cláudio Borchio
  • Roque Porcaro Júnior
  • Afrânio Porcaro
  • José Luiz Corrêa Couto
  • Juvenal de Almeida Guimarães
  • José Luiz Verly
  • José Alves de Melo o Fifi
  • Sebastião Amando Campos
  • Roque Vicente da Silva
  • Sérvulo Colombiano
  • Vicente Paulo Faria
  • Georges Bracks
  • Públio Nolasco
  • Herval Mendes
  • Abdala Duar
  • Vórcio Maurício
  • Carmindo Nunes de Almeida
  • Orcione Donato de Oliveira
  • Mário Mendes
  • Melquíades Borchio
  • Walace Nolasco
  • Luiz Carlos Borchio
  • Walter Nogueira da Gama
  • Luciano Portilho Borchio
  • Tufy Khede
  • Percy Alves de Melo
  • Abrão Khede
  • Samuel Martins
  • Gedalias Jacob Heringer
  • Célio Guimarães Almeida
  • José Geraldo Barbosa
  • Oswaldo Frossard
  • Mauro Jorge Fully
  • Emilio Miguel Khede
  • Milton Belleti
  • Damacil Ferreira da Rocha
  • José Belleti
  • Paulo Silva
  • Cleber Miranda
  • Alcir Soares de Souza o “Sacola”
  • Evandro Paixão
  • Domiciano Gomes da Silva o “fizinho”
  • Mário Sidney Nolasco
  • João Pereira Filho o “janjola”
  • Ruy Vieira Brant
  • Ismael de Souza o “mamucha”
  • George Bracks Júnior
  • Rafael Namorato Filho
  • José Paulo Gama
  • Eromyr Mendes Ruiz
  • Diocélio Fortunato
  • Paulo Roberto Aguiar
  • Theomário Nolasco

Read more ...

Craques do Grêmio

Mário Sérgio, Zizinho, Telmo, Robertinho, Arlindo, Dedé, Mauricinho, Rafael, Afonso, e muitos outros que ficaram sempre na memória são considerados craques do orgulho de Manhumirim.

Veja abaixo outros craques que foram manchete nos jornais do Brasil.

Manhumirim já teve seus dias de glória estampados nos estádios do Brasil. Os jogadores Zelito e Marcelo, hoje residentes na cidade, levaram o nome da “Cidade Dínamo” para as telas da TV, páginas de jornal e mídia eletrônica, através do futebol. Os dois representam um marco na vida esportista da terrinha que até hoje não encontrou substitutos para eles. Dois jogadores que tiveram a coragem de tentar a carreira fora fizeram sucesso e deram com orgulho suas parcelas de contribuição para colocar o nome da cidade na mídia de todo o Brasil.

Read more ...

Simbolo do gremio.png


Craques do Grêmio PDF Imprimir E-mail

Mário Sérgio, Zizinho, Telmo, Robertinho, Arlindo, Dedé, Mauricinho, Rafael, Afonso, e muitos outros que ficaram sempre na memória são considerados craques do orgulho de Manhumirim.

Veja abaixo outros craques que foram manchete nos jornais do Brasil.

Manhumirim já teve seus dias de glória estampados nos estádios do Brasil. Os jogadores Zelito e Marcelo, hoje residentes na cidade, levaram o nome da “Cidade Dínamo” para as telas da TV, páginas de jornal e mídia eletrônica, através do futebol. Os dois representam um marco na vida esportista da terrinha que até hoje não encontrou substitutos para eles. Dois jogadores que tiveram a coragem de tentar a carreira fora fizeram sucesso e deram com orgulho suas parcelas de contribuição para colocar o nome da cidade na mídia de todo o Brasil.

 

MARCELO OLIVEIRA FARIA
Marcelo é filho de Vicente Faria e Eudes Donato. Começou sua carreira nos campos de Manhumirim sempre se destacando dentre os demais. Teve início como profissional da bola no ano de 1985 quando foi jogar no Flamengo, vestindo a camisa rubro negra até o ano de 1988. Depois foi para o Tupi no ano de 1989. De 1990 a 1991 jogou no Figueirense. Sempre dinâmico e conseguindo bons resultados Marcelo foi jogar no Avaí no ano de 1992 e depois foi para o Tubarão em 1993. No ano de 1994 o atleta manhumiriense jogou no Araranguá e em 1995 foi para o Valerio Doce. Sempre simpático e alto astral Marcelo continua com o mesmo pique de atleta e tem muito a passar para a nova geração. Tem muitas idéias para aquecer o esporte local e regional onde os cargos públicos no tocante ao esporte são ocupados por pessoas que não entendem nada da área e nunca tiveram uma história que os abonasse para a posição que ocupam.

 

ZELITO
Joselito da Independência Barbosa, o Zelito, nasceu em Manhumirim, passou sua infância no Bairro Isidoro. É filho do Sr. Welerson e D. Rosa, casal conceituado e muito estimado pelos vizinhos e toda Manhumirim. Desde garoto ele sempre foi apaixonado pelo esporte, principalmente pelo futebol, onde sempre se destacava dentre os colegas. Do amadorismo das peladas no campo do sapo ou no extinto campinho do Isidoro o jovem atleta já delineava um futuro de sucesso na carreira como um bom jogador de futebol.
Por se destacar nas peladas que jogava com os amigos de infância no Bairro Isidoro, foi convidado para vestir a camisa do Grêmio Manhumiriense de Desportos, onde fez muito sucesso. A maneira profissional do rapaz motivou sua ida para o Clube Atlético Mineiro no ano de 1980. Em 1981 transferiu-se para o Bangu Futebol Clube do Rio de Janeiro, onde permaneceu por seis anos. Neste período esteve emprestado para o Madureira, Botafogo, América e Bandeirante de Birigui, time do interior de São Paulo. Em 1885 ficou um ano no Central de Caruaru, clube pelo qual ele fez o gol do Fantástico.

Em 1986 jogou no Juventus de São Paulo, ano em que esteve em Portugal. No ano de 1987 defendeu o Fortaleza e o Tupi de Juiz de Fora. Em 1989 foi para o Vila Nova de Goiás e CRB de Alagoas. Em 1990 defendeu as cores do Araguaia em Santa Catarina e nos anos seguintes, em 1991 e 92 vestiu a camisa do Central de Caruaru. No ano de 1993 o craque Zelito jogou no Ipiranga e São Mateus encerrando sua carreira profissional no ano de 1994 no Comercial de Alegre.